Seguidores

sábado, 20 de março de 2010


Vou

A passos lentos
Vou acompanhando o tempo.
Vou!
Esgarçando a vida,
Carregando o invisível
Fardo... Tão meu!

Ora leve, noutra mais pesado
Sonhos coloridos,
Dias cinzentos,
Noites tenebrosas.

Mas é tudo tão prazeroso
Degustar o sabor do aprendizado!

A aceitação,
Permite-me entender
Que não devo atropelar
O meu carmático tempo.

Entre as incertezas
Quereres e sonhos,
Vou costurando
A malha do tempo
Com minhas agulhas tortas!
Vou!

Diná Fernandes

4 comentários:

Ricardo Calmon disse...

Sim,degustar o aprendizado até a última chama sempre!

belo e intenso tributo à Vida!Lindo poético post!
Tu és escriba e amo isso tudo viver entre a simplicidade e o amor em instancia superior,a vida!

viva la vida!

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Oi amiga!
Expressou no poema "VOU" a importância do tempo em nossa vida, pois ele serve para ir moldando nossa caminhada, de forma que vamos tirando lições preciosas.
Beijos! Neneca.

dinaaciganinha disse...

Ricardo,
Obrigada pela passagem, leitura e comentário, seu comentário deixou-me vaidosa. Amar a vida, gostar do viver independente da n ossa realidade, é não ser soberbo, este precioso bem que Deus nos deu, e que tantos reclamam por isso e aquilo...etc...

bjs!

Dina a Ciganinha disse...

Querida Neneca,
Adoro sua visita, seus comentários me engrandecem e e me incentivam a continuar rabiscando!

Bjs!