Seguidores

domingo, 16 de agosto de 2009

Coração de Pedra

Ah! essa paixão sem limites

que mortifica meu ser

que me deixa a deriva,

faz-me esquecer as dores

de amores passados,

querendo ofertar-lhe

um amor implacável,

e seu indecifrável coração

mantém-se em sigilo

como que indiferente!

Apenas me olha,

o teu olhar compromete!

Lutarei pela conquista

você não é inatingível...

meu amor tem a bravura das

ondas, o calor de um vulcão,

e a suavidade da rosa.

Se em seu peito, existe uma pedra,

como um grão de areia

nele me incrustarei,

e como pérola lapidada

na tua vida hei de brilhar.

Diná Fernandes

6 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Diná! Passei para dizer que adorei o poema, que é muito profundo, como também, te desejar uma ótima semana.

Ah! estou aguardando tua visita no nosso espaço.

beijos,

Furtado.

Neneca disse...

Olá amiga! Seu blog está lindo. "Coração de Pedra" está primoroso, mas com sua sensibilidade irá amolecê-lo. Pois "água mole em pedra dura tão bate até que fura." rsrs
Beijos!

Doroni disse...

Dina,
que lindo poema
nesse coração de pedra, um grão de areia
as vezes pode fazer a diferença.
bjs

Eriem Ferrara disse...

Menina isso aqui tá lindo demais, tantos poetas reunidos, tantas poemas belos, realmente estou encantada. Parabéns pela sua sensibilidade e criatividade em criar e organizar esse lindo espaço. Palmas pra vc doce amiga!

Dina a Ciganinha disse...

Eriem amada,
Obrigada por sua visita e o carinhoso comentário, são palavras incentivadoras assim que reforçam o nosso desejo de melhorar!

bjs!

Dzynha estrella disse...

Ai poetisa! e ainda vc diz q n tem ''cacife'' pra escrever um livro! aff! é até pecado dizer tal asneira, deixa de besteira,Vc é poetisa de primeira! Eu adentrei nesse lugarzinho e mais uma vez aplaudi de pé,essa grande poetisa q é vc, mulher!Tenha fé, sou sua fã! montdbjosdteadoro!