Seguidores

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Tarde Inquietante

 Primeiro lugar no Concurso da Antologia Alma Brasileira-Projeto Mãos que Falam, concorrendo a um livro solo com 50 poesias. Muito feliz!!



Tarde morna de céu acinzentado
Pensamento solto... Inquietante!
Dói no peito o sentimento velado
Quisera alçar vôo como ave migrante

No poente ainda brilha os raios dourados
Do sol. Encanta-me o arrebol pujante
Introspectiva... Entrego-me ao passado
No coração, uma saudade arquejante

No regato, águas remanseando
A correnteza deslizando suavemente
Borbulham e seguem serpenteando
Finda o dia e minha tarde inquietante

O gorjeio das aves anunciando
O anoitecer. E a tarde suavemente
Vai caindo, caindo e adormecendo...
Nos braços da lua que chega sorridente.


Diná Fernandes

5 comentários:

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Lindooooooooo!
Parabéns amiga, pela classificação.
Estou com saudades!
Beijos!

ap disse...

Muito belo mesmo em... otimo espaço esse o seu... passa no meu tambem comenta la ok, se me add aqui eu te add la tambem, abraço te cuida... oblogdoap.blogspot.com

Gleidson Melo disse...

Parabéns, Diná!
Como sempre... Você, muito especial no poetar. Ficou magnífico. Abraços e muitos dias de paz e bênçãos de Deus. Gleidson Melo

Maria Luiza Silva disse...

Oi amiga é sempre um prazer ler teus trabalhos. Este poema é lindisimo, gostoso de ler, suave, transporta o leitor uma "Tarde Inquietante".
Parabens Dina.

Dina a Ciganinha disse...

Obrigada minha doce amigA!
Sua presença aqui deixa-me honrada por demais!

bjs!